Dunas do Rosado

Dunas do Rosado ......  Local simplesmente maravilhoso !   (Maps)

Simplesmente porque é simples. São simples (e muito amáveis) as pessoas, é simples a vida. E é simples o que se tem para fazer lá - ir à praia, ir às dunas, sair para almoçar na praia e comer mais leve à noite, subir no Morro das Cruzes, descer o morro da Alegria, ir a Mossoró quando se quer comprar algo além do simples, andar de sandália havaiana na rua de terra batida, enfim; nada é complicado por lá.

Maravilhoso porque realmente é muito bonito, com alguns kudos não esperados: a areia da praia não é estupidamente quente (porque venta muito e há muita troca de calor, mesmo com o sol escaldante), a praia é vazia de pessoas, ela tem uma faixa de areia muito generosa, uma extensão estúpida - pode-se caminhar o dia todo e não chegar ! - o mar é muito salgado, pode-se entrar de carro na faixa de areia, etc.

Como eu fui parar lá? Precisava gastar algumas milhas aéreas e precisava achar um lugar para ir saindo na sexta-feira no final da tarde (trabalhar perto do aeroporto tem suas vantagens) e retornar na segunda, mais ou menos por volta da hora que começa o expediente regular na empresa. O que encontrei foi Natal/RN. Estava até animado, apesar do esforço pelos horários dos voos. Procurando na internet pelo que fazer por perto, achei Dunas do Rosado. Me interessei mas, rodar mais de 238 Km de madrugada, sozinho, numa região que não conhecia e com compromisso de chegar (melhor dizendo, de não perder a agenda por uma roda avariada num buraco, por exemplo) inicialmente foi um obstáculo. Mas, pensando melhor, valia a pena uma vez que 100% do que poderia ver em Natal estaria "entupido de gente poluindo" as fotos. Me animei, mas tinha um problema: como chegar lá sem perder o dia. A viagem foi meio estúpida - saindo de BH às 16:45 h, fui para o Rio (ainda passei mal na viagem e fui parar no serviço médico do aeroporto - que me salvou a viagem - obrigado !), embarquei no Rio às 20 h com destino a Natal. Cheguei lá pouco depois da meia noite e, como já tinha agendado, tinha um taxista me esperando. Rodamos até as 3:30 h quando, finalmente, cheguei na Pousada Maré e ainda tivemos a deselegância de acordar a dona da Pousada a essa hora! Mas no final, tudo valeu a pena!

Dunas do Rosadofoto tirada ao final da tarde Ponta do Mel, vista da praia

Para voltar, outra doideira: sai de Ponta do Mel (distrito de Areia Branca, onde ficam as dunas) às 20 h de domingo e cheguei em BH às 8:15 h de segunda; direto para o trabalho! Mas, já vou fazer de novo, num esquema melhor, de mais dias. Há muito o que se fotografar por lá.

Onde ficar? Pousada Maré - recomendadíssima, do café da manhã à qualidade das instalações, passando pela amabilidade da D. Eliane. É lugar para se ir e ter vontade de ficar. Cuidado !!

Poréns (para alguns; para mim não foi problema): venta muito, muita areia voando; sol muito, muito quente; nas estradas para se chegar lá não tem placas indicativas, não tem sinal de celular em Ponta do Mel - apesar de eu saber que vão colocar uma antena lá e que vai chover ..... rsrsrs.

Dicas: as estradas são boas para se chegar lá, mas tem que ser durante o dia já que é muito fácil se perder. Nas dunas: filtro UV é obrigatório porque venta areia o tempo todo (levei tripé e vou ter que desmontar as pernas para limpar), tem que tomar "sopa de canela de cachorro" para dar conta de andar lá - é muito esforço para quem não faz uso regular da iguaria !!!!

Lentes: 70-200, 24-70, 14, 20, 24, 35 - com uma WA e uma tele dessa lista você está garantido. Não precisa mais do que isso. Melhor horário nas dunas: final tarde (pela posição do sol) e como as dunas ficam fora de Ponta do Mel, tem que arrumar um carro para te levar lá.

 

 

Ponta do Mel/RNvista do morro das cruzes

Ponta do Mel/RN

 

Ponta do Mel/RNvista da praia em frente à cidade

Dunas do Rosadopela manhã, com sol nascendo no mar